De quem é a marca “time do povo”, do Cruzeiro ou Atlético?

Time do Povo

“e tem que bater nisso, time do povo, time do povo, time do povo, porque é o time do povo, é o time que quando precisa, a torcida vai, não abandona time, poucas torcidas do Brasil podem falar isso”. Esse é um trecho de uma conversa do vice-presidente de futebol do Cruzeiro, Bruno Vicintin, que vazou pelo WhatsApp no ano passado mas que até hoje tem dado o que falar.

Como começou?

Depois de uma boa presença dos torcedores do cruzeiro nos jogos contra Figueirense e Atlético-MG.

O que o Marketing do Cruzeiro fez?

Claro que o marketing do Cruzeiro não perdeu a oportunidade. Surgiram campanhas de sócio torcedor, plotagem na rodoviária de Belo Horizonte, ação nas mídias sociais e venda de materiais promocionais com a expressão “Time do Povo” em destaque.

O que o Marketing do Atlético fez?

Também utilizou espaços publicitários da Rodoviária de Belo Horizonte, mas, fizeram algumas alterações na expressão, o slogan utilizado foi: “O verdadeiro time do povo, desde 1908”.

O que um blog de marcas tem a ver com isso?

No dia 11 de janeiro de 2016, foi protocolado no INPI, Instituto Nacional de Propriedade Industrial, pedido de registro da expressão “Time do Povo” como marca e foi a partir daí que a história virou para o nosso lado.

Comentários de torcedores pelas mídias sociais:

E o registro, é legítimo?

Time do Povo

Se o pedido de registro é legítimo ou não, isso quem vai dizer, com certeza, é o INPI. Outro ponto importante é que o pedido foi feito via pessoa física e a identidade visual não é similar a utilizada pelo clube celeste, mas, mesmo assim, vale lembrar o que diz a lei de propriedade industrial:

Art. 124. Não são registráveis como marca:

VI – sinal de caráter genérico, necessário, comum, vulgar ou simplesmente descritivo, quando tiver relação com o produto ou serviço a distinguir, ou aquele empregado comumente para designar uma característica do produto ou serviço, quanto à natureza, nacionalidade, peso, valor, qualidade e época de produção ou de prestação do serviço, salvo quando revestidos de suficiente forma distintiva;

VII – sinal ou expressão empregada apenas como meio de propaganda;

Afinal, de quem é a marca?

meutimao.com.br
meutimao.com.br

Pelo visto é do povo 🙂

 


 

 

Leia mais sobre esse assunto consultando as fontes do artigo:

Atlético rebate cruzeiro: “Verdadeiro Time do Povo”

Galo rebate campanha do Cruzeiro

Polêmica do “Time do Povo” é causada por inveja

Time do Povo? Entenda como o Cruzeiro criou ação que virou polêmica em BH

Processo no INPI: 910496552

Publicitário, entusiasta por mídias sociais, propriedade intelectual e branding.